Lição 2 - Doutrina da Fé

em PBBT - Lição 2

A CERTEZA DAS COISAS QUE NÃO VEMOS

“Ora, a fé é a certeza de coisas que esperam, a convicção de fatos que se não veem” Hebreus 11:1

 

Um estudo da

DOUTRINA DA FÉ

EDITORA FONTE DE LUZ

AVISO IMPORTANTE

Existem várias traduções da Bíblia com pequenas diferenças de linguagem, mas o sentido e conteúdo são iguais. A versão é indicada na primeira página da Bíblia junto ao título. As passagens bíblicas citadas neste livro foram tiradas da Edição Revista e Atualizada no Brasil e publicada pela Sociedade Bíblica do Brasil. Se a sua Bíblia não for desta versão, haverá algumas diferenças entre o texto da sua Bíblia e os espaços que deixamos para você preencher. Contudo, ainda se pode estudar a lição, embora não se possa preencher exatamente os espaços. Verifique cada passagem indicada, e recomendamos copiá-la por completo num caderno, para melhor gravar na memória.

 

INTRODUÇÃO

Esta lição sobre a FÉ é a segunda desta série sobre DOUTRINAS DA SALVAÇÃO. Preencha todos os espaços em branco nas citações bíblicas. Depois, estude com cuidado a lição antes de responder às perguntas da prova no fim deste livro.

 

Queremos que cada aluno tire o maior proveito possível; por isso, estude com calma a lição. Se não entender bem alguma parte, procure auxílio de um crente, ou de alguém que esteja estudando o curso, ou entre em contato conosco. Leia bem todas as instruções!

 

Este curso contém mais cinco lições: REGENERAÇÃO, JUSTIFICAÇÃO, ADOÇÃO, ORAÇÃO e SANTIFICAÇÃO. Quando terminar satisfatoriamente todas as lições, ser-lhe-á conferido um diploma.

 

 

 

Um esboço da DOUTRINA DA FÉ

 

I. A IMPORTÂNCIA DA DOUTRINA DA FÉ

II. A DEFINIÇÃO DA FÉ

A. A fé em geral

1. Baseada no conhecimento da Palavra de Deus

2. Aceitar as afirmações da Palavra de Deus

3. Reconhecer a Palavra de Deus como um chamado à ação

B. A fé pessoal

1. Em relação ao nome de Deus

2. Em relação a Cristo

a. Conhecer sua pessoa e missão

(1) Sua pessoa: Cristo é Deus

(2) Sua missão: salvar os perdidos

b. Aceitar suas afirmações como verdade

c. Receber Cristo pessoalmente

3. Em relação à oração

4. Em relação à Palavra de Deus

III. A REVELAÇÃO ENTRE FÉ E OBRAS

IV. A ORIGEM DA FÉ

A. É uma operação da Trindade

1. Deus pai nos dá a fé

2. Deus Filho aperfeiçoa a fé

3. Deus Espírito Santo administra a fé

B. Há também um aspecto humano da fé.

V. RESULTADOS DA FÉ

A. Salvação

B. Descanso, paz, segurança e gozo

C. Obras poderosas e sem limite



I. QUAL É A IMPORTÂNCIA DA DOUTRINA DA FÉ?


Todos nós procuramos agradar a Deus; toda religião tem isso por princípio fundamental, mas a Palavra de Deus diz: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus”. (Hebreus 11:6) A fé é a única condição exigida para obtermos a graça e o favor de Deus.


Cristo considerava a fé como sendo a maior de todas as virtudes. A mulher Cananéia de Mateus 15:21-28, procurou o Senhor com diligência, porém não foi recompensada por sua perseverança, e sim, por sua fé. “Ó mulher, __________ ___ ___ ___ _______! Faça-se contigo como queres? (Mateus 15:28) O centurião veio ao Senhor com humildade, mas foi por causa da sua fé que o seu servo foi sarado. “Em verdade vos afirmo que nem mesmo em Israel achei _____ _______ ________” (Mateus 8:10). “Vai-te, e seja feito ____________ ___ ____ ______ (Mateus 8:13). O cego rogou com toda a sinceridade, mas recebeu a vista por causa da sua fé. “E Jesus lhe disse: Vai, ____ ______ _____ ____ __________. E imediatamente tornou a ver, e seguia a Jesus estrada fora” (Marcos 10:52).


Em II Pedro 1:5-7, a fé é considerada como o solo no qual se plantam as outras sete qualidades do nosso caráter espiritual. Essas qualidades “fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo” (II Pedro 1:8). “Porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11:6). Ninguém pode dar fruto no conhecimento de Deus se duvidar da existência dele.


O apóstolo Paulo, enumerando as três virtudes em I Coríntios 13:13, afirma que a maior é o amor, mas considera a fé como a base, tanto do amor, como da esperança. “Ora, a fé é a certeza das coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem” (Hebreus 11:1). Nossa única esperança está em Jesus Cristo. Duvidar da sua existência não deixaria base alguma para essa esperança. Também a fé é a convicção de fatos “que se não veem”; pois como podemos amar aquele a quem não temos visto, se não confiamos inteiramente na sua existência? “A quem, não havendo visto, amais; no qual, não vendo agora, mas ______________, exultais com alegria indizível e cheia de glória, obtendo o fim da vossa fé, a _____________ das vossas almas” (I Pedro 1:8-9).


Assim, tanto a nossa esperança para o futuro, como o nosso presente amor para com aquele que tem o futuro em suas mãos, tem por base a fé que temos nele. Nossa fé está em Jesus Cristo; por isso, temer por causa das circunstâncias que nos rodeiam, seria duvidar do poder de Jesus Cristo para responder à nossa petição e nos livrar da dificuldade.



II. O que é a fé?


É mui difícil definir a fé, porque se usa a palavra “fé” para significar uma variedade de coisas. Nas Escrituras, porém, o uso da palavra “fé” é limitado a dois sentidos: um, geral; e outro, especifico.


A. DE FORMA GERAL, O QUE SIGNIFICA FÉ?


“Fé”, no sentido geral, inclui: conhecer a Palavra de Deus, aceitar as suas afirmações e apropriar as suas bênçãos ou promessas. Esses três aspectos da fé serão considerados separadamente.


1. QUAL É A RELAÇÃO ENTRE O CONHECIMENTO DA PALAVRA DE DEUS E A FÉ?


A fé se baseia no conhecimento da Palavra de Deus, “E assim, a fé vem pela pregação, e a pregação pela ___________ ____ ________” (Romanos 10:17). Assim, para ser ricos na fé, temos de ser ricos no conhecimento da Palavra de Deus. Crer na Palavra de Deus é crer naquele que mandou dizer as palavras da Bíblia. “Em ti, pois, confiam os que _____________ ____ ____ ___________” (Salmo 9:10) “Como, porém, invocarão aquele em quem ____ _____________” (Romanos 10:14).


A fé baseia-se na melhor evidência possível: a Palavra de Deus, que “permanece eternamente” (Isaías 40:8). Isto quer dizer aceitar como verdade o que Deus diz na sua Palavra, especialmente o que se refere ao nosso pecado e à salvação em Cristo. Não é necessário ter um conhecimento perfeito de Cristo e da sua obra de Redenção, mas, por outro lado, não basta apenas notar essas coisas, sem experimentar uma profunda convicção de que são verdadeiras. Pela fé as escamas caem dos nossos olhos, revelando verdades espirituais dantes não percebidas. Nada pode ser mais certo do que uma fé baseada na Palavra do Deus que não pode mentir (Tito 1:2). A fé trata das coisas espirituais e eternas, sobre as quais, certamente precisamos de toda certeza, pois se não há certeza dessas coisas, a nossa fé é vã.


A fé não é um salto nas trevas, e sim, um caminho bem iluminado. “A revelação das tuas palavras _____________” (Salmo 119:130). “_______________ para os meus pés é a tua ______________” (Salmo 119:105). “Se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu ____________ ____________ que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás _____________. Porque com o _____________ _____ _______ para justiça, e com a boca se confessa a respeito da salvação” (Romanos 10:9-10).


2. ACEITAR AS AFIRMAÇÕES DA PALAVRA DE DEUS COMO VERDADE


É essencial conhecermos a Palavra de Deus; mas além disso, temos de reconhecê-la como a verdade. “A tua palavra é ___ ____________” (João 17:17b). “Disse-lhe o escriba: Muito bem, Mestre, e ______ ______________ disseste que ele é único, e não há outro senão ele” (Marcos 12:32). Sabendo que Jesus tem poder para salvar, e que é o Salvador do mundo, temos também de aceitar essa verdade em nossos corações. “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que _________ _____ ____ ____________” (João 1:12). Aqueles que recebem Cristo e crêem nele, são feitos filhos de Deus. Quando uma pessoa recebe Cristo pela fé, tem a convicção firme de que Ele existe e de que tudo o que a Bíblia diz a seu respeito é a verdade; sente também que Cristo preenche uma grande lacuna em sua vida, e se interessa por seu bem-estar espiritual.


3. RECONHECER A PALAVRA DE DEUS COMO UM CHAMADO A AÇÃO


Saber a verdade a respeito de Cristo e reconhecer os seus ditos como verdadeiros, de nada adianta se não o aceitamos pessoalmente. “Mas, a todos quantos _______ ____________, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus (João 1:12). É possível saber que Cristo é divino e ainda rejeitá-lo como Salvador. Podemos aceitar as declarações bíblicas acerca da pessoa de Cristo, sem entregar-lhe os nossos corações e amá-lo como o nosso Salvador. A fé exige rendição completa da nossa vontade àquilo que sabemos na cabeça e aceitamos no coração.


Se recusarmos receber aquilo que, segundo nosso conhecimento, poderá satisfazer-nos o coração, então essa satisfação ficará sempre além do nosso alcance, e o conhecimento será inútil. Receber a Cristo, ou não receber a Cristo, é questão de vida e morte.


“Por isso quem _______ _____ _________ tem a ________ ____________; o que, todavia, se mantém ___________ contra o ___________ não verá a _________, mas sobre ele permanece a ira de Deus” (João 3:36) “Aquele que _______ o Filho _______ ___ ___________; aquele que não tem o __________ _____ _________ não tem a vida” (1 João 5:12).


Conhecer a Palavra de Deus e aceitá-la como a verdade nada aproveitará se não recebermos pessoalmente o objeto da nossa fé: Jesus Cristo. "Porque também a nós foram anunciadas as boas novas, como se deu com eles; mas a palavra que ouviram não lhes ______________, visto não ter sido _____________ _____ _______, naqueles que a ouviram” (Hebreus 4:2).


Estes fundamentos da fé são relacionados ao coração, o centro da nossa vida espiritual, de onde “procedem as fontes da vida” (Provérbios 4:23) Isto, pois, é a fé em termos gerais: Conhecer a Palavra de Deus, aceitá-la no coração e entregar-se a cumprir as suas exigências.


B. O QUE SIGNIFICA FÉ PESSOAL?


1. A FÉ EM RELAÇÃO AO NOME DE DEUS


Não se pode tratar com o Deus invisível sem ter uma absoluta fé na sua existência. Temos também de crer que Ele é verdadeiro e pode ser visto somente com os olhos espirituais da fé. Devemos crer que Ele ouve as nossas preces (Salmo 65:2), e que é “galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11:6). Estude também Atos 27:22-25; Romanos 4:19-21, e Gênesis 15:4-6. Ainda mais, devemos crer que Ele honrará com bênçãos reais todos os que o buscarem em oração. “Tudo quanto em oração pedirdes, ____________ ______ ___________, e será assim convosco” (Marcos 11:24). A fé crê que tudo o que Deus diz é a verdade, ainda que as circunstâncias presentes pareçam ser contrárias à sua realização.


2. A FÉ EM RELAÇÃO À PESSOA E À OBRA DE CRISTO


a. CONHECIMENTO DA PESSOA DE CRISTO E DA SUA MISSÃO NO MUNDO


(1) A RESPEITO DA SUA PESSOA: ELE É DEUS


“Ouvindo Jesus que o tinham expulsado, encontrando-o, lhe perguntou: Crês tu no Filho do homem? Ele respondeu, e disse: Quem é, Senhor, para que eu nele creia? E Jesus lhe disse: Já o tens visto, e é ___ ______ _________ ___________. Então afirmou ele:_________, Senhor; e _____ _______________ (João 9:35-38). “Eu e o Pai _____________ _______” (João 10:30). Estude também Filipenses 2:6-11.


(2) A RESPEITO DA SUA MISSÃO: SALVAR OS PERDIDOS


“Tal como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida _____ ____________ por muitos” (Mateus 20:28). “Enquanto comiam, tomou Jesus um pão e, abençoando-o, o partiu e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai, comei; isto é o meu corpo. A seguir tomou um cálice e, tendo dado graças, o deu aos discípulos, dizendo: Bebei dele todos; porque, isto é, o meu ___________, o sangue da aliança, derramado ____ __________ de muitos, para _______________ de pecados” (Mateus 26:26-28). Estude também Lucas 24:27-44.


b. DEVEMOS ACEITAR ESTAS AFIRMAÇÕES


“Agora vemos que sabes todas as coisas, e não precisas de que alguém te pergunte; por isso ___________ que de fato ________ _____ _______________” (João 16:30). “Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e ________ ______” (João 20:28). “Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, ____ __________ _____ ___________ __________________” (Mateus 16:16).


“Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos ___________ e conhecido que tu és ____ _________ _____ ___________” (João 6:68-69).


c. DEVEMOS RECEBER CRISTO PESSOALMENTE, CRENDO QUE ELE É TUDO QUANTO AFIRMA SER


“Mas a todos quantos o __________________, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que ___________ no seu nome” (João 1:12). “De outra feita lhes falou, dizendo: Vou retirar-me, e vós me procurareis, mas perecereis no vosso pecado; para onde eu vou vós não podeis ir... Por isso eu vos disse que morrereis nos vossos pecados; porque se não _____________ que eu sou, morrereis _____ ____________ ______________” (João 8:21,24).Veja, também João 5:24.


Devemos entregar-nos a Jesus Cristo como a uma pessoa viva. Fé numa doutrina conduz à fé na pessoa que dá vida à doutrina. Assim, Marta foi levada a substituir a fé na doutrina da ressurreição pela fé na pessoa de Cristo, que por sua ressurreição deu vida e poder à doutrina da ressurreição (João 11:25).


3. A FÉ EM RELAÇÃO À ORAÇÃO


“E esta é a confiança que temos para com __________, que, se pedirmos alguma coisa ___________ a sua _____________, ele nos ouve. E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao _____ ______ __________, estamos certos de que obtemos _____ ___________ que lhe temos feito” (I João 5:14-15). “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, ___________-______ ______ _________, que a todos dá liberalmente, e nada lhes impropera; e ser-lhe-á ________________. Peça-a, porém, ________ _____, em nada duvidando; pois o que dúvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa” (Tiago 1:5-7). “Por isso vos digo que ________ ___________ _____ ______________ pedirdes, crede que recebestes, e ___________ ______________ convosco” (Marcos 11:24).


Não devemos vacilar na nossa fé, porque duvidar é limitar o poder de Deus para responder. Estude Romanos 4:20 e Atos 10:20. A verdadeira fé dá graças a Deus por aquilo que se pede, mesmo antes de recebê-lo, uma vez que a petição seja de acordo com a vontade de Deus (Marcos 11:24).


Devemos compreender as promessas sobre as quais baseamos a nossa oração. Se cremos que as promessas merecem nossa confiança, ponhamo-las à prova. Assim, avistaremos pela fé aquilo que no momento talvez seja invisível, e ao nosso conhecimento, ainda não exista; contudo afirmaremos ser aquilo uma realidade maravilhosa. Ao falar dos homens de grande fé, Deus disse: “Todos estes morreram na fé, sem ter obtido as promessas, ____________ ______, porém, ______ ______________, e saudando-as e confessando que eram estrangeiros e peregrinos sobre a terra” (Hebreus 11:13).


4. A FÉ EM RELAÇÃO À PALAVRA DE DEUS E ÀS SUAS PROMESSAS


Primeiramente procuremos saber se uma determinada promessa é dirigida a nós; então devemos crer que Deus quer fazer tudo o que a promessa indica, aceitando-a sem diminuir nem descontar uma palavra, Deus não mente nem pode mentir (Tito 1:2). Crendo nas promessas, devemos agir de acordo com elas. Nisto se vê a diferença entre a crença e a fé. A fé sustenta a crença, dando-lhe vida, realidade e atividade (Hebreus 11:11). A fé, nenhuma dificuldade pode fazer vacilar (Hebreus 11:35). É tão absoluta, que sobrevive até a aparente perda daquilo que já adquiriu pela mesma fé (Hebreus 11:17).



III. QUAL A RELAÇÃO ENTRE FÉ E OBRAS?


Não há mérito na própria fé. Não é a fé que salva; e, sim, o Cristo sobre quem depositamos a nossa fé: Ele é quem salva. Alguns dizem: "Não importa o que se creia, uma vez que a pessoa seja sincera na sua fé". Pode ser que alguém seja sincero no que crê, mas se dá crédito a uma mentira, de nada adianta a sua crença. Os adeptos de Baal no Velho Testamento eram sinceros na sua fé, mas os seus deuses de madeira e pedra não lhes podiam responder com poder, como o Deus de Elias pode fazer (I Reis 18:22-39).


A fé em qualquer “salvador”, que não seja Cristo, não salva. A fé em qualquer outro “evangelho”, que não seja o do Novo Testamento, não salva. “Mas, ainda que nós, ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega ________________ _____ _____ ______________ daquele que recebestes, seja anátema” (Gálatas 1:8-9).


O apóstolo Paulo não contradiz São Tiago a respeito da relação entre fé e obras. (Tiago 2:14-26 e Romanos 4:1-12) São Paulo escreve, contemplando o assunto do ponto de vista de Deus; e afirma que somos justificados diante de Deus sem obra alguma da nossa parte; é somente pelos méritos de Cristo, cuja obra redentora já foi completada na cruz, Tiago considera o assunto do ponto de vista dos homens, que somente podem julgar o testemunho do crente por meio de uma mudança de vida, e por isso declara: “Verificais que uma pessoa é justificada por obras, e não por fé somente” (Tiago 2:24).


Paulo mostra que a fé é a base da nossa justificação, enquanto Tiago afirma que nós provamos a nossa fé por uma demonstração prática de obras. Somos justificados diante de Deus por fé no sangue e na obra completa de Cristo, e somos justificados diante dos homens por demonstrar essa fé pelas boas obras que devem ser o natural resultado de uma fé viva e verdadeira. Deus pode ver o coração que Ele já salvou por meio da fé; mas os homens podem ver somente o que está do lado de fora: a manifestação do coração, ou o fruto da fé, que são as boas obras.



IV. A ORIGEM DA FÉ (De onde vem a fé?)


A. A FÉ É A OBRA COMBINADA DE DEUS PAI, DEUS FILHO, E DEUS ESPÍRITO SANTO


1. DEUS PAI DÁ A FÉ


“Porque pela graça que me foi dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo, além do que convém, antes, pense com moderação segundo a medida _______ __________ que Deus repartiu _____ __________ _______” (Romanos 12:3). Deus Pai concede a fé no princípio (Efésios 1:6), e promove o desenvolvimento dessa fé, como em I Coríntios 12. A fé, pois, é o dom gratuito da graça de Deus.


2. DEUS FILHO APERFEIÇOA A FÉ


“Olhando firmemente para o Autor e Consumador da ______, ___________”. (Hebreus 12:2). Em Mateus 14:30 vemos que São Pedro podia andar por cima da água pela fé enquanto os seus olhos permaneciam fitos em Cristo. Sua fé era em Cristo e no seu poder de fazê-lo andar por cima da água, mas quando ele viu as ondas quebrando em redor, sentiu a dúvida e o temor penetrarem em seu coração, e começou a afundar. No momento em que tiramos os nossos olhos de Cristo e contemplamos o mundo em redor de nós, cheio de dificuldades e impossibilidades, a fé em Cristo dá lugar ao temor das circunstâncias. “Então disseram os apóstolos ao Senhor: Aumenta-nos a fé” (Lucas 17:5).


3. DEUS ESPÍRITO SANTO ADMINISTRA A FÉ


Deus Espírito Santo é o executivo da Trindade. Ele aplica e administra a fé. “A outro, pelo mesmo Espírito, __________” (1 Coríntios 12:9). A fé, pois, é um dom de Deus Pai; é sustentada e promovida por Deus Filho, e administrada por Deus Espírito Santo.


B. HÁ TAMBÉM UM ASPECTO HUMANO DA FÉ


Ainda que a fé seja obra da Trindade, somos responsáveis se não a possuímos, porque Deus quer promover a fé em todas as suas criaturas, e o fará se elas não resistirem ao seu Espírito Santo. Por conseguinte, somos responsáveis, nem tanto pela falta de fé, mas por resistirmos ao Espírito que procura promover a fé em nossos corações.


“E assim, a fé vem pela _____________ e a pregação pela palavra de Cristo” (Romanos 10:17). “Muitos, porém, dos que ______________ a palavra a ______________” (Atos 4:4). Do contexto desses dois versículos, verificamos que eles se referem à pregação da Palavra de Deus: o evangelho. Isto é a Palavra de Deus pregada. Em outros trechos se fala da Palavra de Deus escrita (a Bíblia) como sendo o instrumento que produz a fé. Em Gálatas 3:2-5, Paulo fala da operação de maravilhas pela “pregação da fé”, e em Romanos 4:19-20, vemos que a fé de Abraão foi manifesta por ele abraçar as promessas de Deus. Se a fé é por ouvir a Palavra de Deus pregada, e por ler a Palavra de Deus escrita, somos então responsáveis pela aquisição da fé, uma vez que tenhamos oportunidade de ouvir ou ler a Palavra de Deus.


Lucas fala da oração como sendo um instrumento para desenvolver a fé. “Eu, porém, ______________ por ti, para que ____ _____ _________ não desfaleça” (Lucas 22:32). “Então _____________ os apóstolos _______ _________________: Aumenta-nos a fé” (Lucas 17:5). Outros trechos que falam da oração como um fator essencial para desenvolver a fé, são: Marcos 9:32 e Mateus 17:19-21. Estude esses trechos. A nossa fé cresce por usarmos a fé que já temos (Lucas 17:5-6 e Mateus 25:29). Pelo exercício, a fé que temos é fortalecida.



V. QUAIS SÃO OS RESULTADOS DA FÉ?


A. SOMOS SALVOS POR MEIO DA FÉ


“Porque pela graça sois salvos, _______________ ____ _____; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2:8-9). O poder da fé não está em si mesma, mas no Senhor Jesus Cristo em quem se firma a fé. Salvação passada, presente e futura, depende da fé no Senhor Jesus Cristo. Não devemos começar pela fé em Cristo, e depois mudar para as obras; pois, na realidade, isto seria substituir a fé em Cristo pela fé em nós mesmos. Não somente somos salvos pela fé, mas também vivemos no presente pela fé. “O justo viverá ______ ______” (Romanos 1:17b). “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos ________ ___ ________; a saber: aos que ___________ no seu nome” (João 1:12).


Somos justificados pela fé: “______________, pois, ____________ ____ _____, tenhamos paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5:1). Nossa adoção é pela fé: “Pois todos vós sois ________________ de Deus ___________ ____ ___________ em Jesus Cristo” (Gálatas 3:26). Somos santificados pela fé: “para lhes abrir os olhos e convertê-los das trevas para a luz e da potestade de Satanás para Deus, a fim de que recebam eles remissão de pecados e herança entre os que são _______________ pela fé em mim” (Atos 26:18).


Somos guardados pelo poder de Deus por meio da fé: “que sois ________________ pelo poder de Deus, mediante __ ______, para salvação preparada para revelar-se no último tempo” (1 Pedro 1:5). Sem dúvida alguma, a nossa salvação, desde o começo até ao fim, depende da fé em Jesus Cristo.


B. A FÉ NOS DÁ DESCANSO, PAZ, SEGURANÇA E GOZO


A fé dá um certo sentimento de proteção e segurança, de gratidão e gozo. No princípio é possível que não se sinta esta segurança e certeza, pois a percepção espiritual, inicialmente, pode ser pouca, mas à medida que crescer a fé, crescerá também o conhecimento dessa segurança e certeza.


“Tu, Senhor, conservarás em____________ ________ aquele cujo propósito é firme; porque ele __________ em ti” (Isaías 26:3). “Em tudo, porém, sejam conhecidas diante de Deus as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a ______ ____ ________, que excede todo o entendimento, guardará os vossos ______________ e as vossas ____________ em Cristo Jesus” (Filipenses 4:6-7). “Justificados, pois, mediante a fé, tenhamos _____ ____ _________, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”. (Romanos 5:1). “Nós, porém, que cremos, entramos no _____________; conforme Deus tem dito: Assim jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso; embora, certamente, as obras estivessem concluídas desde a fundação do mundo” (Hebreus 4:3). “Não se _______ o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim” (João 14:1). “A quem, não havendo visto, amais; no qual, não vendo agora, mas crendo, _____________ com _____________ indizível e cheia de glória” (1 Pedro 1:8).


A nossa salvação não depende de sentimentos. Isto é, não é necessário “sentir” qualquer coisa para se ter a certeza da salvação, porque a nossa salvação não é baseada nos sentimentos do coração; e sim, na Palavra de Deus. A ordem estabelecida nas Escrituras é: em primeiro lugar, o conhecimento da VERDADE; depois, FÉ nessa verdade; e como resultado do conhecimento e da fé, receberemos o SENTIMENTO da certeza da salvação. Concluímos, pois, que o "sentimento” é um resultado da verdade e fé que temos no coração, e nunca pode ser a base da segurança da salvação. Tantos querem ter primeiro o sentimento, para depois crerem. Isso é contrário à ordem de Deus, e há de trazer confusão, dúvida e temor ao coração. É a vontade de Deus que gozemos uma perfeita tranquilidade na certeza da salvação, porque tudo depende de Cristo e nada de nós mesmos. A fé inabalável em Cristo, baseada na sua Palavra imutável, é o segredo de descanso, paz, segurança e gozo perfeito.


C. NÃO HÁ LIMITE DO QUE SE POSSA FAZER PELA FÉ


“E que mais direi ainda? Certamente me faltará o tempo necessário para referir o que há a respeito de Gideão, de Baraque, de Sansão, de Jefté, de Davi, de Samuel e dos profetas, os quais, por _____ ____ _______, subjugaram reinos, praticaram a justiça, obtiveram promessas, fecharam bocas de leões, extinguiram a violência do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza tiraram força, fizeram-se poderosos em guerra, puseram em fuga exércitos de estrangeiros” (Hebreus 11:32-34).


“Jesus, porém, lhes respondeu: Em verdade vos digo que, se ______________ _____ e não ________________, não somente fareis o que foi feito à figueira, mas até mesmo se a este monte disserdes: Ergue-te e lança-te no mar, tal sucederá” (Mateus 21:21).


“Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim, fará também ____ _________ ____ ___ ________, e outras _____________ fará, porque eu vou para junto do Pai” (João 14:12). Veja as maravilhas feitas pelos homens de fé em Hebreus 11. Leia versos 32-40. Jesus atribui à fé um poder sem limites. O discípulo, pela fé, fará coisas maiores do que o seu Mestre. Aqui está uma grande fonte de poder para o crente. A pergunta mais importante para aquele que crê em Cristo, não é: “Que posso fazer?”, e sim, “Quanto posso crer?” “Tudo é possível ao que crê” (Marcos 9:23).


VERSÍCULO PARA MEMORIZAR!


“Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem”.


Hebreus 11:1


LEIA BEM AS INSTRUÇÕES!


INTRODUÇÃO À PROVA sobre a DOUTRINA DA FÉNão responda às perguntas desta prova até que tenha preenchido todos os espaços em branco através da lição inteira, e estudado o livro com diligência. A principal razão desta prova é mostrar-lhe o quanto tem aprendido e o quanto deve estudar de novo.


Quando terminar satisfatoriamente este curso de sete lições, ser-lhe-á conferido um diploma.